Ordens de Portugal e Brasil defendem direitos humanos

Ordens de Portugal e Brasil defendem direitos humanos

Ordens de Portugal e Brasil defendem direitos humanos

A Ordem dos Advogados de Portugal e a Ordem dos Advogados do Brasil assinaram, a 6 de julho, um protocolo de defesa dos direitos humanos.

O protocolo em prol da Defesa dos Direitos Humanos, do combate à corrupção, do combate ao tráfico de pessoas, em defesa da rápida e eficaz administração da Justiça e em defesa dos princípios reguladores da profissão e da atuação das ordens de advogados foi assinado pela bastonária da OA, Elina Fraga, e pelo presidente da Ordem brasileira, Marcus Vinicius Furtado Coelho.

O acordo visa fortalecer a cooperação entre as duas entidades, que acordam, entre outros princípios, em promover a colaboração mútua na criação de atividades para a promoção e defesa dos Direitos Humanos e em implementar o aperfeiçoamento dos serviços prestados em prol de quem recorre ao Direito. Serão também implementadas e incentivadas propostas que facilitem o acesso de informações jurídicas aos advogados e operadores do Direito, especialmente através de cursos e palestras, bem como estimuladas, em regime de reciprocidade, a realização de programas multilaterais de relações academico-profissionais, especialmente por meio de intercâmbio de jovens advogados.

advocatus@briefing.pt


Fonte: advocatus.pt